domingo, outubro 14, 2007

DESTINO




Destino irreversível.


É esta luz vazia e inquebrantável
que só os sóis tecem
no claro-escuro
das madrugadas.

E todos os leitos ávidos da memória
sulcam artérias
da minha existência.

Também a dança ausente do vento
é um pássaro vestido de cisne
branco
que voa na esperança
e nas palavras que invento.

E a única coisa que entendo

é
este enorme grito de silêncio

que no corpo ressoa e se expande


no esquecimento de mim.

2 Comentários:

Blogger isabel mendes ferreira disse...

Belíssimo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!.

3:51 da tarde  
Blogger Isabel Magalhães disse...

Subscrevo a isabel

belíssimo!

[]
isabel


nota: fiquei a olhar para a carta.(sei que não é a sua!) :)))
O símbolo está pouco visível mas parece-me ver Jupiter em comjunção com Lua na casa 2 em Carneiro, o que pode significar grandes entradas de €€€ mas uma mente desligada da realidade. Sol natal na casa seis em Leão: saúde, trabalho e auto-aperfeiçoamento; em conj com Vénus facilita a vida romântica e os assuntos relacionados com Arte. Depois há umas quadraturas que emvolvem Marte e Saturno... mas está lá Jupiter o grande 'paraquedas'!
O ascendente em Peixes num Leão, bom, pois... sensibilidade, susceptibilidade! :))) E a cabeça do dragão na 5ª casa em caranguejo... algumas atitudes frias e defensivas. Agora Marte na casa sete... conflitos no casamento. :)

[ Depois envio a factura! :))) ]

3:00 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial


Subscribe Free
Add to my Page